Matéria:

 Retossigmóidoscopia

 

          

Retossigmoidoscopia é um exame de imagem realizado através da observação direta do interior do canal anal, reto e cólon sigmóide (porção final). Este exame pode ser realizado tanto com aparelho rígido como com aparelho flexível, sendo que o alcance de visão deste último é maior. Não requer sedação ou anestesia e, em geral, os pacientes podem retornar às atividades normais após o exame.
Poderá ser realizado após a limpeza do reto estimulada com enema (solução glicerinada), que é injetado pelo ânus 2 horas antes do exame e faz com que as fezes amoleçam e sejam eliminadas. Pede-se para que na véspera não ingira suco de frutas, vegetais, grãos, verduras, leite e derivados. Em geral, é indicado para investigar doenças anorretais e não substitui a realização da colonoscopia. É realizado sempre por um médico e o tempo de duração do exame é de 10 minutos, em média. As complicações devido ao exame são raríssimas, porém são descritos sangramentos, inflamação do reto e perfurações decorrentes do exame. 

Perguntas

1. Qual a posição para realizar o exame?
O exame pode ser realizado com o paciente em posição geno peitoral (de joelhos) ou em decúbito lateral esquerdo (deitado de lado).

2. Pode alimentar-se ou deve permanecer em jejum antes do exame?
O jejum não é necessário, porém deve evitar alimentar-se após o enema para não correr risco de vômito durante o exame.

3. Não se utiliza anestesia local ou sedação?
Normalmente não há necessidade de sedação, porém, poderá ser feita quando solicitada pelo médico que acompanha o paciente. Deste modo o paciente passa a necessitar de acompanhante maior de idade e responsável. O paciente não poderá assumir compromissos nesta data.
No local da passagem do aparelho (ânus) utilizamos anestésico tópico (Xylocaína gel) que facilita a progressão do mesmo e diminui a sensibilidade dolorosa.

4. O que o exame avalia?
Doenças do canal anal (Hemorróida /Fissura /Fístula /Condiloma /Neoplasia / Abscesso / Úlceras) e doenças do reto e sigmóide (inflamações, tumores e pólipos).

5. A colonoscopia substitui a retossigmoidoscopia?
Não, eles são exames complementares. 
A colonoscopia não avalia o canal anal, que é o principal foco de avaliação da retossigmoidoscopia.

6. O aparelho é estéril ou descartável?
O aparelho pode ser rígido ou flexível.
O aparelho rígido tanto pode ser esterilizado (conforme as normas da Vigilância Sanitária) como pode ser descartável, ambos absolutamente seguros para o paciente.
O aparelho flexível só pode ser esterilizado, também conforme as normas da Vigilância Sanitária. Não há aparelho flexível descartável. 

7. O que é melhor: a retossigmoidoscopia rígida ou flexível?
Ambas são boas, porém a flexível é menos dolorosa do que a rígida.
Em termos de avaliação científica, a eficácia é a mesma.

8. O exame dói?
Normalmente causa um desconforto como sensação de evacuação, somente durante a sua realização

9. Como é documentado o exame? 
No caso do exame rígido, a documentação é apenas através do relatório médico.
No exame flexível, há também a documentação fotográfica.

10. Qualquer pessoa pode fazer o exame?
Não há limitações por doenças (diabetes, hipertensão e cardiopatia) ou idade, porém, em nossa clínica só realizamos o exame em pacientes a partir de 12 anos. 

São Bernardo do Campo
Rua Caraíbas, 71 - Jardim do Mar
Tel.: 4123 - 0311 ou  4330 - 0322
Atendimento:
2ª a 6ª das 7:30h às 19h e ao Sáb. das 7:30h às 12:30h
Santo André
Av. Portugal, 397 13º Andar Conj. 1306
Tel.: 4990 - 6088
Atendimento: 
2ª a 6ª das 8h às 19h